Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Deputado oposicionista da Venezuela pede 'força' contra Maduro

O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, pediu à comunidade internacional que considere "todas as opções" para resolver a crise da Venezuela, uma dramática escalada na retórica que ecoa comentários do governo Trump insinuando o possível envolvimento militar dos EUA.


Sputnik

Um íntimo aliado de Guaidó seguiu uma linha similar. Julio Borges, o exilado líder do Congresso que é embaixador de Guaidó no Grupo de Lima, foi ainda mais explícito ao pedir uma opção militar. "Vamos exigir uma escalada da pressão diplomática e o uso da força contra a ditadura de Nicolás Maduro", disse Borges neste domingo (24).


Nicolás Maduro, presidente da Venezuela (foto de arquivo)
Nicolás Maduro © Sputnik / Sergei Guneev

Na segunda-feira (25), o Grupo de Lima irá se reunir para discutir a crise na Venezuela. O evento contará com a presença do vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão (PRTB), e tem uma postura crítica em relação a Maduro.

Ainda durante o evento, Guaidó irá encontrar o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo — que já chegou a afirmar que os dias de Maduro "estão contados".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas