Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Divulgadas FOTOS de caça dos EUA F/A-18 com pintura de avião russo Su-30

As imagens mostram um avião F/A-18C Hornet do Centro de Desenvolvimento da Aviação Naval de Combate (NAWDC) voando com pintura que imita um caça Su-30 da Federação da Rússia.


Sputnik

As fotos, tiradas pela revista Scramble na quinta-feira (7), mostram o voo de treinamento de um avião americano na Estação Aérea Naval Fallon, no estado americano de Nevada.


A imagem pode conter: avião
F/A-18 Hornet | Reprodução

A postagem no Facebook é acompanhada por várias fotos do avião F/A-18 pintado com o esquema de cores do caça russo Su-30 e uma foto do Su-30 russo.

Não é a primeira vez que é divulgada a informação que alguns aviões dos EUA usam pinturas de aviões militares russos.


Nenhuma descrição de foto disponível.
F/A-18 Hornet | Reprodução

Em janeiro, o comandante da 57ª Ala da Força Aérea dos EUA, Robert Novotny, confirmou que caças F-16C do 64º esquadrão de treinamento na base aérea de Nellis, no estado de Nevada, serão pintados com a camuflagem digital do caça russo de quinta geração Su-57.

Os aviões "inimigos" visam tornar os treinamentos dos pilotos norte-americanos mais realistas. A Força Aérea dos EUA tem uma longa história de pintar seus aviões para simular aviões russos, chineses, iranianos e de outros países.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas