Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Encontrados destroços do 1º navio que Japão perdeu na Segunda Guerra Mundial

Os destroços do Hiei, navio de linha japonês de classe Kongo, afundado pelos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, foram descobertos no oceano Pacífico, perto das Ilhas Salomão, de acordo com o The Japan Times.


Sputnik

A embarcação, afundada em 14 de novembro de 1942, foi encontrada pelos tripulantes do navio de investigação RV Petrel. Segundo escreveu a equipe de investigações em sua conta no Facebook, um dia antes daquela data, em 13 de novembro, o Hiei "foi atingido por um projétil" disparado pelo cruzador USS San Francisco, que "desativou o sistema de direção". 


A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre e água
Hiei | Reprodução

Durante as 24 horas seguintes, acrescentou a equipe, o navio foi atacado por múltiplos torpedos e bombardeiros B-17.


A imagem pode conter: noite e atividades ao ar livre
Hiei | Reprodução

"O Hiei se afundou em algum momento da madrugada, ao ter perdido 188 membros de sua tripulação. O Hiei se encontra virado para baixo a uma profundidade de mais de 900 metros ao noroeste da ilha de Savo". 


A imagem pode conter: noite e atividades ao ar livre
Hiei | Reprodução

O RV Petrel publicou também imagens dos destroços do navio afundado. Trata-se da primeira embarcação que o Japão perdeu durante a guerra, segundo a edição. Especialistas encontraram sua parte traseira, de 150 metros de largura, porém, a proa da embarcação ainda não foi encontrada.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas