Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

França reconhecerá Guaidó como presidente se nova eleição não for convocada neste domingo

A ministra francesa para Assuntos Europeus, Nathalie Loiseau, disse que a França reconhecerá Juan Guaidó como presidente da Venezuela caso novas eleições não sejam convocadas até a noite deste domingo (3).


Sputnik

Guaidó é o chefe Assembleia Nacional da Venezuela e se declarou presidente interino em 23 de janeiro.


Resultado de imagem para Nathalie Loiseau
Nathalie Loiseau | Reprodução

"A eleição [do presidente venezuelano Nicolás] Maduro foi uma farsa. Se ele não se empenhar em organizar eleições presidenciais antes de hoje à noite, consideraremos Guaidó como o legítimo presidente da Venezuela", disse Loiseau, segundo o jornal Le Figaro.

Maduro enfrenta crescente pressão internacional para deixar o cargo.

Os Estados Unidos e o Grupo de Lima (Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai e Peru) já reconhecem Guaidó como presidente.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas