Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Helicópteros Black Hawk realizam exercícios militares em Los Angeles

Vários helicópteros Black Hawk chegaram à cidade de Los Angeles para realizar manobras militares durante a noite.


Sputnik

Testemunhas que presenciaram a movimentação dos helicópteros reportaram explosões, afirmando que a ação era semelhante a cenas de filme.


Helicóptero dos EUA Black Hawk
© REUTERS / Ints Kalnins

Os misteriosos helicópteros militares pairaram e fizeram um grande barulho entre os prédios da cidade, acompanhados de estranhas explosões e manobras militares.

Contudo, ninguém sabia o que estava acontecendo, já que não houve qualquer explicação por parte das autoridades, que surgiu apenas horas depois.

Um dos helicópteros inclusive pousou na Wiltshire Boulevard, em Los Angeles, onde explosões foram escutadas por toda a cidade.

O Departamento de Polícia de Los Angeles emitiu uma declaração aos seus cidadãos informando que a movimentação se tratava de um exercício militar, explicando que "membros do Exército dos EUA" haviam concluído um "treinamento militar" com a polícia local.

"A proposta do treinamento é elevar as habilidades dos soldados, operando em zonas e parâmetros urbanos", escreveu as autoridades locais, enfatizando que as "precauções de segurança" foram tomadas para prevenir qualquer "risco desnecessário para os envolvidos e os residentes, bem como suas propriedades".

No momento da ocorrência, os noticiários locais classificaram a operação como um "exercício desconhecido para manter a forma das tropas".

A polícia local ainda alegou que "os cidadãos nas proximidades das áreas onde o treinamento ocorrerá serão notificados com antecedência".

Entretanto, aparentemente, eles não fizeram qualquer notificação, já que diversos moradores demonstraram preocupação sobre o que estava acontecendo no local.

Enquanto todos estavam atentos aos helicópteros, um avião P-8A Poseidon sobrevoou a cidade por horas.

O exercício militar envolvendo as Forças Especiais continuará até sábado, porém, o motivo da escolha da cidade de Los Angeles não foi informada, entretanto, é suposto que a cidade foi escolhida para simular parâmetros urbanos que seus membros podem encontrar em um possível conflito real, preocupando muitos cidadãos de que este treinamento seria para realizar uma missão próxima de casa.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas