Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO: Saab Gripen E 39-10 realiza teste de motor

A Saab divulgou vídeo do terceiro Saab Gripen E, o 39-10, realizando teste de motor.
Poder Aéreo

No Programa de Testes do Gripen E, os protótipos 39-8 e 39-9 estão servindo como plataforma para a Flight Test Instrumentation (FTI) e para testes de sistemas.
O 39-10 aferirá o peso correto da aeronave, testará a plataforma e sistemas.

Os Gripens E 39-9 e 39-10 se beneficiaram com computadores novos e atualizados, melhorando ainda mais a capacidade da aeronave, em relação à primeira 39-8.

O Gripen 39-10 deverá ser seguido pelo primeiro avião da Força Aérea Brasileira, que está em fase final de montagem na Suécia.
Assista aqui o vídeo

Índia dá detalhes de como um MiG-21 teria abatido F-16 paquistanês

A Índia continua divulgando a informação de que um MiG-21 Bison abateu hoje um F-16 paquistanês sobre a Caxemira.


Poder Aéreo

Um comunicado de imprensa oficial indiano há poucas horas diz que um MiG-21 foi abatido e um F-16 do Paquistão também. Completa dizendo que 5 jatos MiG-21 foram acionados para interceptação e que apenas um não retornou à base.

MiG-21 Bison

O mesmo piloto de MiG-21 que foi abatido sobre o espaço aéreo paquistanês teria engajado e derrubado o F-16, que caiu no lado paquistanês e o piloto foi visto ejetando. Mas até agora não há imagens do F-16 abatido e o Paquistão nega que o tipo tenha realizado missões hoje. A Força Aérea Paquistanesa informou mais cedo que teria empregado caças JF-17.

Fontes indianas dizem que o piloto do MiG-21 pode ter sido abatido por SAM, mas não está confirmado.

Um vídeo divulgado no Twitter mostra destroços do MiG-21 com muitas perfurações na fuselagem, o que indica explosão de ogiva de fragmentação de míssil.

Segundo os indianos, o MiG-21 usou um míssil R-73 para abater o caça paquistanês em um encontro frontal (merge).

E quando o piloto do MiG-21 desengajou, ele estava em alta altitude, o que o levou ao alcance de um SAM que o derrubou.

As informações teriam sido obtidas da análise do rastreio de radar e debriefing das tripulações de voo.

De qualquer forma, o Paquistão precisa confirmar se perdeu mesmo um caça, e se o modelo era F-16 ou um JF-17.

O abate tanto de um como de outro não é uma boa notícia para os fabricantes, pois o Paquistão está exportando o JF-17 e a Lockheed Martin está tentando vender o F-16 para a Índia rebatizado como F-21.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas