Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Intercepção aérea: caça MiG-23 líbio força avião civil a aterrissar (VÍDEO)

Um câmera acoplada a um caça MiG-23 da Força Aérea da Líbia mostra imagens impressionantes da intecepção de uma aeronave comercial.


Sputnik

Sob o comando do marechal Khalifa Haftar, um caça de fabricação soviética pertencente ao Exército Nacional da Líbia decolou após uma aeronave de passageiros ter entrado no espaço aéreo fechado do campo petrolífero de El Feel.


Caça MiG-23 da Força Aérea líbia, Líbia, 4 de setembro de 2016 (imagem de arquivo)
MiG-23 da Líbia © AFP 2018 / MAHMUD TURKIA

De acordo com o portal Russkoe Oruzhie, o pouso forçado decorreu em um aeródromo militar sob o controle do exército.

A bordo da aeronave seguiam médicos que iriam prestar ajuda às formações militares do Governo de Unidade Nacional de Fayez Sarraj, estabelecido em Tripoli e reconhecido como legítimo pelo Conselho de Segurança da ONU.

Desde a queda do líder histórico Muammar Kadhafi, em 2011, a Líbia continua em crise, que resultou no estabelecimento de dois governos paralelos, confrontos entre grupos rivais, proliferação de grupos jihadistas e máfias que traficam imigrantes ilegais da África para a Europa.


Assista ao video aqui

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas