Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Marinha do Brasil abre 960 vagas de nível médio para Soldados Fuzileiros Navais

O Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais abriu 960 vagas no Concurso de Admissão às turmas I e II de 2020 do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, com possibilidade de promoção até a graduação de Suboficial ao longo da carreira. 


Poder Naval

As inscrições estarão abertas entre os dias 27 de fevereiro e 28 de março e poderão ser realizadas pelo site www.marinha.mil.br/cgcfn ou presencialmente, nos endereços listados no edital.


Na área de jurisdição do Comando do 3º Distrito Naval, as inscrições podem ser realizadas: em Fortaleza-CE, na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará; em Natal-RN, no Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal; em João Pessoa-PB, na Capitania dos Portos da Paraíba; em Recife-PE, na Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco; e em Maceió-AL, na Capitania dos Portos de Alagoas.

Para concorrer às vagas, é preciso ser brasileiro do sexo masculino, com idade de no mínimo 18 e no máximo 21 anos em 1º de janeiro de 2020, e ter o ensino médio completo.

No momento da inscrição, o candidato poderá optar para concorrer às vagas dos seguintes locais para servir inicialmente: Unidades da Marinha no Rio de Janeiro-RJ, Unidades da Marinha em Brasília-DF, Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande-RS, 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Manaus-AM, 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Belém-PA, Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário-MS, Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal-RN, Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador-BA e Batalhão de Defesa NBQR de Aramar-SP. A distribuição das vagas ocorrerá de acordo com as necessidades da Administração Naval.

A primeira etapa do processo seletivo consiste em exame de escolaridade, com provas de Português e Matemática, a ser realizado no dia 28 de maio de 2019. Os aprovados na etapa inicial passarão ainda por verificação de dados biográficos e de documentos, teste psicológico, inspeção de saúde e teste de suficiência física.

Em seguida, os aprovados realizarão curso de formação, com duração de 17 semanas em órgãos de formação do Corpo de Fuzileiros Navais no Rio de Janeiro e em Brasília, em regime de internato e dedicação exclusiva até o dia da formatura. Durante o curso, além de serem proporcionados alimentação, uniforme e assistência médico-odontológica, o Recruta Fuzileiro Naval perceberá remuneração atinente à sua graduação, como ajuda de custo para suas despesas pessoais.

Locais de inscrição no Comando do 3º Distrito Naval:

Fortaleza (CE) – Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará – Avenida Coronel Filomeno Gomes s/nº – Jacarecanga – Fortaleza – CE. CEP: 60010-280. Telefone: (85) 3288-4734.

Assessoria de Comunicação Social do Comando do 3º Distrito Naval
(84) 3216-3048
(84) 99957-7934

DIVULGAÇÃO: Capitania dos Portos do Ceará

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas