Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Marinheiro embriagado dos EUA é preso após invadir residência no Japão para tomar banho

Um marinheiro americano foi preso no Japão, após invadir um apartamento para tomar banho.


Sputnik

O suboficial de 2ª classe, Nathaniel Williams, de 27 anos, é acusado de ter invadido uma casa na cidade de Ebina, localizada em Kanagawa. O marinheiro foi encontrado nu, já que havia tomado banho no apartamento de um casal, segundo a mídia local.


Imagem relacionada
Base naval norte-americana Atsugi, no Japão | Reprodução

Apesar do episódio, não há evidências de arrombamento, pois a porta estaria destrancada. Segundo oficiais da Marinha, Williams faz parte do Departamento de Manutenção de Aeronaves da Marinha dos EUA na base de Atsugi, sendo a maior base aérea da Marinha dos EUA no oceano Pacífico, informou o portal military.com.

O morador de 44 anos de idade escutou um ruído no banheiro, entretanto, pensou que fosse um familiar que estava tomando banho, porém, quando o marinheiro nu saiu do banheiro, o morador acordou sua mulher e acionou a polícia local.

Com a chegada da polícia, Williams foi preso por ter invadido a propriedade privada. Em declaração ao portal Stars and Stripes, as autoridades locais afirmaram que o marinheiro exalava álcool no momento da prisão.

Momentos após a prisão, Williams admitiu que estava embriagado e que não se lembrava de como havia entrado na residência. A Marinha dos EUA, por sua vez, afirmou que vai acompanhar e cooperar com a polícia local.

"Com certeza, a Marinha leva isso muito a sério e continuará cooperando totalmente com aplicação da lei local, bem como com o prosseguimento da investigação", afirmou Sam Samuelson, encarregado pelas relações públicas da base aérea dos EUA em Atsugi.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas