Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Parlamento grego ratifica protocolo sobre adesão da Macedônia do Norte à OTAN

O parlamento da Grécia ratificou por uma estreita margem, nesta sexta-feira, o protocolo sobre a adesão da Macedônia do Norte à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).


Sputnik

O protocolo foi apoiado por 153 dos 300 parlamentares da assembleia legislativa, com 140 deles votando contra e apenas uma abstenção. 


Soldado romeno com bandeira da OTAN (arquivo)
© AP Photo/ Vadim Ghirda

Com a conclusão do processo de ratificação do protocolo de adesão da OTAN por todos os 29 Estados-membros da OTAN, a República da Macedônia, que foi recentemente renomeada para República da Macedônia do Norte, irá se tornar um membro de pleno direito da organização, com direito de voto em todas as decisões da aliança.

Até junho de 2018, a disputa por nomes impediu a Macedônia de buscar fazer parte tanto da OTAN como da União Europeia. Skopje e Atenas concordaram com um novo nome, a República da Macedônia do Norte. Esse acordo, no entanto, resultou em manifestações em massa em ambos os países, com pelo menos 60 mil macedônios protestando contra a mudança de nome em janeiro.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas