Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Parlamento grego ratifica protocolo sobre adesão da Macedônia do Norte à OTAN

O parlamento da Grécia ratificou por uma estreita margem, nesta sexta-feira, o protocolo sobre a adesão da Macedônia do Norte à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).


Sputnik

O protocolo foi apoiado por 153 dos 300 parlamentares da assembleia legislativa, com 140 deles votando contra e apenas uma abstenção. 


Soldado romeno com bandeira da OTAN (arquivo)
© AP Photo/ Vadim Ghirda

Com a conclusão do processo de ratificação do protocolo de adesão da OTAN por todos os 29 Estados-membros da OTAN, a República da Macedônia, que foi recentemente renomeada para República da Macedônia do Norte, irá se tornar um membro de pleno direito da organização, com direito de voto em todas as decisões da aliança.

Até junho de 2018, a disputa por nomes impediu a Macedônia de buscar fazer parte tanto da OTAN como da União Europeia. Skopje e Atenas concordaram com um novo nome, a República da Macedônia do Norte. Esse acordo, no entanto, resultou em manifestações em massa em ambos os países, com pelo menos 60 mil macedônios protestando contra a mudança de nome em janeiro.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas