Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

2 caças americanos F/A-18 Hornet colidem em pleno voo sobre Califórnia

Dois caças F/A-18 Hornet da Marinha dos EUA colidiram no céu quando estavam realizando voos sobre uma base de treinamento, perto da cidade de Twentynine Palms, na Califórnia.


Sputnik

O porta-voz da 3ª Ala de Aeronaves da Marinha, tenente Frederick D. Walker, confirmou à edição Marine Corps Times que o acidente, que ocorreu em 28 de fevereiro, não provocou feridos e que os aviões aterrissaram de maneira segura após um "incidente no céu".


F/A-18C Hornets | Sgt. Kowshon Ye/ Marine Corps

A Marinha proporcionou poucos detalhes sobre o sucedido e não se sabe o grau de danos que os caças sofreram. O acidente ocorreu durante um treinamento de apoio aéreo próximo, e foi qualificado como de Classe A que, segundo a definição da Marinha norte-americana, ocorre quando há destruição da aeronave ou danos superiores a dois milhões de dólares.

Trata-se do segundo incidente aéreo de grande escala da Marinha dos EUA desde o início de 2019. Em 5 de janeiro, um AV-8B Harrier sofreu danos ao aterrissar no USS Kearsarge, navio anfíbio de assalto de classe Wasp.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas