Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Caças Su-30 indianos ‘jammearam’ mísseis AMRAAM disparados pelos F-16 paquistaneses

Pilotos de caça paquistaneses dos aviões de combate F-16 dispararam de quatro a cinco mísseis AMRAAMs americanos (AIM-120 advanced medium-range air-to-air missile) contra aviões indianos (incluindo o Su-30 e o MiG-21 Bison), a uma distância de 40 a 50 km.


Poder Aéreo

Em uma grande conquista, a Força Aérea Indiana (IAF) revelou na terça-feira que as aeronaves Sukhoi Su-30 conseguiram “jammear” (bloquear eletronicamente) vários dos avançados mísseis ar-ar de longo alcance AMRAAM guiados por radar disparados pelo F-16 do Paquistão em 27 de fevereiro. A IAF disse que o Paquistão alegou falsamente que derrubou um Sukhoi Su-30, da Índia, em 27 de fevereiro, que estava envolvido em repelir o ataque da Força Aérea do Paquistão (PAF) ao país.

Su-30 MKI da IAF

“A falsa alegação do Paquistão de abater um Su-30 parece ser um encobrimento da perda de sua própria aeronave (F-16)”, disse um comunicado da Força Aérea Indiana (IAF). “Todas as aeronaves Su-30 envolvidas em combate pousaram de volta em segurança”, disse o comunicado.

A Força Aérea do Paquistão realizou um ataque aéreo malsucedido em 27 de fevereiro como uma retaliação ao ataque aéreo da Índia a um campo de treinamento de terroristas.

A IAF informou que na manhã de 27 de fevereiro, o sistema de Defesa Aérea da Índia estava em alerta total. “A formação de aeronaves da PAF no seu lado da LoC foi notada a tempo e aeronaves adicionais foram acionadas para enfrentar o adversário”, disse o comunicado.

Do lado da IAF, as aeronaves Mirage 2000, Su-30 e MiG-21 Bison estiveram envolvidas no engajamento.

“As aeronaves do PAF foram forçadas a retirar-se às pressas, o que também é evidente a partir de grandes distâncias das armas lançadas por elas”, disse. “Durante o combate, o uso do F-16 pela PAF e vários lançamentos de AMRAAM foram conclusivamente observados. A pronta e correta ação tática das aeronaves Su-30, em resposta ao lançamento do AMRAAM, derrotou o míssil ”, afirmou. Partes do míssil caíram no leste de Rajouri, acrescentou.

FONTE: Defence News India

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas