Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Casa Branca: mais de 1.000 terroristas de mais de 40 países foram capturados pelas FDS

As Forças Democráticas da Síria (FDS), apoiadas pelos EUA, capturaram mais de mil combatentes terroristas do Daesh de mais de 40 países. A informação foi divulgada pela Casa Branca.


Sputnik

"Mais de mil combatentes estrangeiros de mais de 40 países foram levados como prisioneiros pelas Forças Democráticas da Síria", diz o comunicado.

Força Democráticas da Síria (FDS) na norte da cidade de Raqqa, Síria, Novembro 6, 2016
Curdos das Forças Democráticas da Síria © REUTERS / Rodi Said

O documento preparado pela Casa Branca na ocasião da vitória sobre o chamado "califado" do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em uma série de países) também diz que desde 2017 as forças da coalizão eliminaram 60 dos alvos mais importantes, 200 funcionários administrativos da organização terrorista e dezenas de milhares de combatentes.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou em 23 de março a liberação de 100% dos territórios da Síria e do Iraque dos terroristas do Daesh.

Em fevereiro, em um de seus tweets, Trump ameaçou libertar os terroristas capturados na Síria, se os aliados europeus dos Estados Unidos não os recuperassem e processassem.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas