Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

EUA anunciam saída de pessoal diplomático remanescente da Venezuela

Os Estados Unidos retirarão todo seu pessoal diplomático remanescente da Venezuela nesta semana, anunciou o Departamento de Estado dos EUA na noite de segunda-feira.


Por Rich McKay | Reuters

ATLANTA, Estados Unidos - A medida vem na esteira da decisão, tomada por Washington no dia 24 de janeiro, de retirar todos os dependentes e reduzir o funcionalismo da embaixada ao mínimo no país sul-americano, tumultuado desde uma eleição presidencial questionada.

Resultado de imagem para embaixada eua venezuela
Embaixada dos EUA na Venezuela © AFP 2018 / FEDERICO PARRA

“Esta decisão reflete a situação em deterioração na Venezuela, além da conclusão de que a presença de pessoal diplomático dos EUA na embaixada se tornou uma restrição para as diretrizes dos EUA”, disse o Departamento de Estado em comunicado.

A pasta não deu mais detalhes, nem estabeleceu uma data para a retirada dos funcionários da embaixada em Caracas.

Na segunda-feira, o Congresso da Venezuela declarou um “estado de alarme” devido a um blecaute de cinco dias que prejudicou as exportações de petróleo do país e tornou difícil para milhões de venezuelanos conseguir água e alimentos.

A Venezuela também suspendeu o funcionamento de escolas e comércios nesta terça-feira devido ao apagão, disse o ministro da Informação, Jorge Rodríguez, em um pronunciamento televisivo na segunda-feira, o terceiro cancelamento do tipo desde a queda da energia da semana passada.

O blecaute aumentou a insatisfação em uma nação que já sofre com hiperinflação e crise política desde que o líder opositor Juan Guaidó assumiu o que chama de presidência interina em janeiro, depois de declarar como fraude a reeleição do presidente Nicolás Maduro em 2018.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas