Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

EUA estão treinando implementação de sistema antimísseis em Israel

As tropas dos EUA estão realizando exercícios em Israel, praticando o rápido desdobramento no território israelense do sistema de mísseis antibalísticos THAAD, informou o serviço de imprensa do Exército israelense.


Sputnik

Os militares destacam que a transferência para o país de um dos sistemas defesa antimísseis mais avançados que estão em serviço nos EUA não está relacionada a "nenhum evento atual específico".


Sistema de mísseis antibalísticos THAAD
Sistema de mísseis antibalísticos THAAD © Foto : US Missile Defense Agency

"O Comando Europeu dos EUA (EUCOM) está atualmente realizando exercícios de instalação do sistema de defesa antimísseis THAAD em Israel para cumprimento do conceito operacional conjunto. O objetivo […] é testar a rápida instalação de sistemas integrados em todo o mundo", diz o comunicado de imprensa.

Israel expressou sua gratidão aos colegas norte-americanos pelos exercícios e caracterizaram as manobras como uma oportunidade para treinar mais uma vez a integração dos sistemas de defesa antiaérea dos EUA na sua própria defesa antimíssil escalonada.

"As Forças Armadas de Israel veem neste desdobramento uma oportunidade para trabalhar a integração de sistemas avançados de defesa antiaérea americanos com os sistemas antiaéreos israelenses. O sistema THAAD reforça o potencial de Israel para combater mísseis balísticos de longo alcance e é considerado um dos mais avançados do mundo", afirma o comunicado.

Os exercícios americanos foram bem recebidos pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. "A implantação do […] sistema de defesa antimísseis dos EUA é mais uma prova do compromisso dos Estados Unidos com a segurança de Israel", disse Netanyahu, postando um vídeo de sua declaração no Youtube.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas