Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Exército Brasileiro realiza treinamento de sobrevivência na floresta amazônica

Novos integrantes da 1ª Brigada da Infantaria do Exército Brasileiro realizaram treinamento de sobrevivência na floresta amazônica entre entre 18 e 22 de fevereiro.


Sputnik

No total, 131 oficiais, subtenentes e sargentos recém-transferidos para a guarnição de Boa Vista participaram de atividades para atuar na selva, como obtenção de alimentos de origem animal e vegetal, ofidismo, orientação em ambiente de selva, transposição de cursos d’água, construção de abrigos improvisados e montagem de armadilhas.


Resultado de imagem para 1ª Brigada da Infantaria do Exército Brasileiro
Reprodução

O objetivo dos exercícios do 1º turno do Estágio de Adaptação à Vida na Selva (EAVS) 2019 é preparar a Brigada de Infantaria para o combate e a sobrevivência na floresta.

Além disso, as atividades da 1ª Brigada da Infantaria do Exército Brasileiro na selva amazônica tiveram como objetivo transmitir conhecimentos técnico-profissionais aos futuros instrutores e monitores das organizações militares, desenvolver a liderança dos comandantes de pequenas frações, por intermédio de instruções que auxiliarão no exercício de comando de pelotões e grupos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas