Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Explosão de carro-bomba deixa 5 mortos em Mogadíscio

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras três ficaram feridas após a explosão nesta quinta-feira de um carro-bomba perto do Teatro Nacional de Mogadíscio e da residência oficial do presidente da Somália, confirmaram à Agência Efe fontes da Polícia local.


EFE

Mogadíscio - Segundo o policial Abdirahamn Bidar, que estava presente no local do fato ocorrido em pleno centro da capital somali, o número de vítimas chega a cinco mortos e três feridos.


EFE/ Said Yusuf Warsame
EFE/ Said Yusuf Warsame

A situação voltou à normalidade após a intervenção das forças de segurança presidenciais, disse à Efe Bidar, após a explosão ocorrida a pouca distância do posto de controle de segurança que protege esta área.

"Escutamos uma forte explosão esta manhã próxima do Teatro Nacional e da residência do presidente seguida de nuvens de fumaça e um intenso tiroteio", relatou uma testemunha ao meio somali "Garowe".

O grupo jihadista Al Shabab reivindicou este atentado, cometido uma semana depois de assumir no dia 28 de fevereiro a explosão de um caminhão-bomba e a invasão de vários prédios por parte de homens armados, causando 30 mortos e cem feridos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas