Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Japão planeja desenvolver míssil de cruzeiro com alcance de 400 km

O Ministério da Defesa do Japão decidiu desenvolver o primeiro míssil de cruzeiro de longo alcance de produção nacional para que os aviões de combate possam atingir os navios fora da cobertura da defesa antiaérea do inimigo, informou o diário Yomiuri.


Sputnik

O novo míssil deve ser elaborado nos próximos anos em resposta ao avanço rápido das capacidades de ataque da Marinha chinesa. O objetivo é reforçar a capacidade de dissuasão japonesa, aumentando o alcance de tiro para mais de 400 quilômetros.


Imagem relacionada
Reprodução

O jornal, que cita várias fontes do governo, assinala que o novo modelo seria criado a partir do míssil antinavio ASM-3, instalado em aviões, que tem um alcance de 200 km e uma velocidade cerca de três vezes superior à do som (Mach 3).

No ano passado, o Ministério da Defesa solicitou uma dotação de 58 milhões de dólares para o ano fiscal de 2019/20, que começa em 1 de abril, para projetos de investigação e desenvolvimento de motores de mísseis de cruzeiro hipersônicos (Mach 5). O diário Yomiuri não explicou se se trata do mesmo projeto.

O orçamento da defesa para o próximo ano fiscal se aproxima de 48.000 milhões de dólares e inclui a aquisição dos sistemas de combate terrestre Aegis Ashore e aviões F-35A, bem como o posicionamento de novos mísseis SM3 Block nos navios equipados com o sistema Aegis.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas