Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Marinha dos EUA obtém acesso a portos de Omã em meio a tensões com Irã, diz mídia

Omã assinou um acordo com os EUA que permite aos navios de guerra norte-americanos beneficiarem do direito de acesso a dois de seus portos no mar Arábico, comunicou uma agência de notícias local.


Sputnik

O acordo foi assinado no domingo (24) em Mascate e concede acesso dos navios dos EUA, incluindo porta-aviões, aos portos de Salalá e Ducme, localizado a 500 quilômetros do estreito de Ormuz, pelo qual passam 30% do tráfego de petróleo bruto do mundo.

Resultado de imagem para port dome oma
Mascate, capital de Omã | Reprodução

A Embaixada dos EUA em Omã elogiou o acordo, assinalando que este "reafirma o compromisso de ambos os países de promover os objetivos mútuos de segurança".

Um responsável oficial americano comentou à agência Reuters em condições de anonimato que Ducme era um porto "muito atrativo" por causa da sua "posição geoestratégica" e sua capacidade para receber os grandes porta-aviões americanos.

O funcionário mencionou a preocupação dos EUA com o Irã e com o aumento da qualidade e quantidade das suas armas. Segundo ele, o acordo alcançado expandiu significativamente as opções militares dos EUA em caso de crise.

Além dos esforços dos EUA de enquadrar o Irã, o acordo ajudará Washington na competição global por influência com Pequim, já que a China anteriormente planejava investir bilhões de dólares no desenvolvimento comercial dos portos omanis.

Os EUA já têm muitas bases militares em redor do golfo Pérsico, inclusive no Qatar, que hospeda a maior infraestrutura militar americana no Oriente Médio.

As tensões entre Washington e Teerã escalaram em maio do ano passado, quando os EUA saíram unilateralmente do acordo nuclear com o Irã e prometeram sancionar o país por seu alegado papel "desestabilizador" no Oriente Médio.

O Irã ameaçou por várias vezes fechar o estreito de Ormuz se os EUA ou seus aliados tentarem impedir a exportação do petróleo iraniano.

Impressora Hp Ink Tank 116 Tanque de Tinta - Colorida

Impressora Hp Ink Tank 116 Tanque de Tinta - Colorida

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas