Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump reconhece soberania de Israel sobre Colinas de Golã

Ao lado de Netanyahu, presidente dos EUA contradiz décadas de política externa e reconhece a soberania de Israel sobre o território, ocupado em 1967 e anexado em 1981. Síria vê ataque a sua integridade territorial.
Deutsch Welle

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu formalmente nesta segunda-feira (25/03) a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, um território disputado com a Síria e que Israel anexou em 1981.

O governo do presidente sírio, Basahr al-Assad, respondeu de imediato e afirmou que a decisão é um ataque à soberania e à integridade territorial da Síria.

O decreto de reconhecimento foi assinado no início de um encontro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Washington. Trump justificou a medida com as "ações agressivas" do Irã e de grupos "terroristas" contra Israel.

Netanyahu disse que se trata de um dia histórico e que Trump é o melhor amigo que Israel já teve.

Em Israel, o reconhecimento pode significar um forte i…

Pentágono recomenda não vender jatos F-35 à Turquia se Ancara comprar S-400 russo

O general dos EUA, Curtis Scaparrotti, disse a senadores do Comitê de Serviços Armados do Senado que não recomendaria a entrega de jatos F-35 a Ancara, caso os turcos não abortassem o acordo de defesa antimísseis S-400 com a Rússia. Scaparrotti é o atual chefe do Comando Europeu dos Estados Unidos.


Sputnik

O general observou que, como oficial militar, não aconselha permitir que os principais jatos dos EUA sejam usados ​​em países que operam sistemas militares russos, especialmente sistemas de defesa aérea.


F-35
F-35 Lightning II © REUTERS

"Se eles aceitarem o S-400 e o estabelecerem dentro da Turquia, há um problema […] relacionado ao F-35. Isso representa um problema para todas as nossas aeronaves, mas especificamente para o F-35. Meu melhor conselho militar seria que nós não seguiríamos com [entrega] do F-35, voando ou trabalhando com um aliado que está operando sistemas russos, particularmente sistemas de defesa aéreos", disse ele.

Outro ponto levantado por Scaparrotti foi o fato de que os sistemas de defesa aérea russos não são interoperáveis ​​com os sistemas integrados de defesa antimísseis e aéreos instalados pelos aliados da OTAN.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas