Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Rússia e Síria pedem desmantelamento do campo de refugiados Rukban aos EUA

Os chefes dos Comitês Conjuntos de Coordenação da Rússia e da Síria sobre Repatriação de Refugiados Sírios pediram nesta sexta-feira aos Estados Unidos que desmantelem o campo de Rukban, que abriga mais de 40 mil sírios deslocados perto da fronteira com a Jordânia.


Sputnik

"[Nós pedimos para os Estados Unidos] para resolver a questão do campo de Rukban de uma vez por todas, através de sua dissolução e dando liberdade há muito esperada aos seus moradores", disseram os chefes dos comitês em um comunicado.


Campo de refugiados de Rukban
Campo de refugiados de Rukban © AP Photo

O campo de Rukban, que abriga cerca de 40 mil pessoas deslocadas, está localizado na parte sul da Síria, não muito longe da Jordânia. A área, que se tornou um campo de refugiados para residentes sírios em 2014, é agora uma zona controlada pelos EUA.

Em janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) denunciou que as pessoas vivendo nestes campos estavam "em condições deploráveis" e se tornavam "presas fáceis" de terroristas. O suprimento limitado de água, o clima extremamente frio e o mau funcionamento das instalações de saúde contribuem para o aumento das doenças, que incluem a gripe, o sarampo, a tuberculose e as doenças respiratórias crônicas, de acordo com a OMS.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas