Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Terroristas realizam ataque químico na Síria: pelo menos 21 civis foram hospitalizados

Pelo menos 21 pessoas foram hospitalizadas na província síria de Hama com sintomas de envenenamento por gás após o bombardeio de militantes terroristas, informou a TV síria.


Sputnik

Um total de 21 pessoas foram levadas no hospital Al-Suqaylabiyah, em Hama, sofrendo de asfixia. Acredita-se que o mal-estar foi provocado pelo gás venenoso, disparado por militantes terroristas contra a cidade, informou a emissora Ikhbariya, citando fontes na direção do hospital.

Exército sírio liberta mais uma povoação perto de Hama
Hama, Síria © Sputnik

Síria vive uma guerra civil desde 2011, com as forças do governo lutando contra numerosos grupos de oposição e organizações militantes e terroristas.

As forças sírias na província de Hama frequentemente repelem os ataques dos militantes de Idlib, uma das últimas fortalezas dos combatentes antigoverno no país. No momento, a cidade é parte de uma zona desmilitarizada, negociada pelo presidente russo, Vladimir Putin, e seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, em setembro passado.

Diversos relatórios sobre o uso de armas químicas na Síria atribuem a responsabilidade dos ataques às autoridades sírias e ao grupo terrorista Daesh. Damasco, no entanto, refuta qualquer envolvimento nos incidentes, alegando que a completa eliminação do estoque de armas químicas do governo sírio foi confirmado pela OPAQ em janeiro de 2016.

Mixer Mallory Trikxer Inox 3 em 1 300W - com Copo

Mixer Mallory Trikxer Inox 3 em 1 300W - com Copo 110V

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas