Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Aeronave de reconhecimento americana patrulha costa da Crimeia

Um avião de patrulha antissubmarino Boeing P-8A Poseidon, da Marinha dos EUA, realizou na noite de sexta-feira (5) uma missão de reconhecimento junto à região da Crimeia, informou o portal de monitoramento PlaneRadar.


Sputnik

A aeronave com o número de cauda 168852 faz parte do 26º esquadrão de patrulha da Marinha dos EUA, com base na Flórida.

Aeronave da Marinha dos EUA, P-8A Poseidon, produzida pela Boeing
Boeing P-8 Poseidon © AFP 2019 / CARL COURT / AFP

Anteriormente, um drone estratégico americano RQ-4B-40 Global Hawk também realizou um voo de reconhecimento ao longo da costa russa do mar Negro, seguindo uma rota semelhante.

A presença de aviões e de aeronaves não tripuladas de inteligência estrangeiros perto das fronteiras da Rússia tem aumentado bastante nos últimos anos. Assim, aeronaves estrangeiras são vistas com regularidade perto da península da Crimeia, na região de Krasnodar e também no mar Báltico.

Durante o ano passado, unidades das Tropas Radiotécnicas das Forças Aeroespaciais russas detectaram e acompanharam mais de 980 mil aparelhos voadores, 3 mil deles eram aviões militares estrangeiros, mais de mil dos quais eram de reconhecimento. As forças de prevenção foram colocadas em prontidão máxima de combate por mais de 4 mil vezes.

A entidade responsável pela Defesa russa já havia apelado a Washington que abandonasse essas operações de reconhecimento, mas o Pentágono recusou.

Smart TV LED 43” Philco PTV43E60SN Full HD - Conversor Digital Wi-Fi 3 HDMI 2 USB

Smart TV LED 43” Philco PTV43E60SN Full HD - Conversor Digital Wi-Fi 3 HDMI 2 USB

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas