Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Confrontos entre tropas de Haftar e Governo de União Nacional da Líbia: dezenas de mortos

Pelo menos 21 pessoas morreram em confrontos entre o Exército Nacional da Líbia (LNA), comandado pelo marechal Khalifa Hafter, e o Governo de Unidade Nacional da Líbia, anunciou o Ministério da Saúde do país.


Sputnik

"Segundo a Diretoria Operacional Central do Ministério da Saúde do Governo da Unidade Nacional, o número de mortos totaliza 21, o número dos feridos é de 27", diz nota da entidade.

Resultado de imagem para Exército Nacional da Líbia (LNA)
Reprodução

Além disso, o Governo de Unidade Nacional da Líbia anunciou o início da operação militar 'Ira Volcano' contra Haftar.

Tropas leais ao Governo de Unidade Nacional iniciaram uma operação militar armada contra o exército de Haftar depois que este iniciou um ataque aéreo contra Trípoli, no âmbito de sua ofensiva contra o governo, que começou esta semana.

Neste domingo, a missão da ONU na Líbia exigiu uma trégua de duas horas entre as partes do conflito para evacuar os feridos.

O LNA, comandado por Marshal Khalifa Hafter, se recusa a reconhecer o Governo de Unidade Nacional. O conflito entre as facções continua escalando apesar das conversações que Haftar e o primeiro-ministro líbio Fayez Sarraj, que lidera o Governo de União Nacional, apoiado pela ONU, realizaram em fevereiro. Durante as negociações, as partes concordaram em unir as instituições estatais e realizar eleições gerais no país até o final do ano.

Ar-Condicionado Portátil 10.000 BTUs TCL AP6018BR 110V

Ar-Condicionado Portátil 10.000 BTUs TCL AP6018BR 110V

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas