Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Defesa russa divulga 1ª FOTO de nova 'arma invisível'

O Ministério da Defesa do país publicou, pela primeira vez, uma imagem da primeira unidade Palantin – o sistema de guerra eletrônica mais avançado da Rússia que recentemente entrou em serviço.


Sputnik

A unidade de guerra eletrônica posicionada nos arredores da cidade russa de Voronezh será a primeira a operar o novo sistema composto por várias dezenas de veículos.

Sistema de guerra radioeletrônica Palantin
Palantin © Foto : Ministério da Defesa da Rússia

Vale destacar que, apesar de se tratar de uma arma "invisível", este é um meio muito poderoso, já que o Palantin é capaz de suprimir qualquer sistema de comunicação via rádio, de reconhecimento eletrônico e outros sistemas de luta eletrônica.

De fato, o Palantin é capaz de cegar o inimigo nas bandas de radiofrequência curtas e ultracurtas, além de deixá-lo sem comunicação por celulares, indica a assessoria de imprensa da entidade militar.

Ao mesmo tempo, destaca-se que uma das peculiaridades do novo sistema é que ele pode integrar, por sua vez, um número enorme de sistemas de guerra eletrônica em uma única rede, o que aumenta substancialmente sua eficácia.

Além disso, todos esses equipamentos são instalados em veículos com grande capacidade de superação dos terrenos mais difíceis, razão pela qual este é um sistema muito móvel. Até agora, apenas dois das várias dezenas de veículos que compõem o sistema Palantin foram exibidos.

Este sistema passou por testes estatais em 2018 e já está em serviço das Forças Armadas da Rússia.

Caminhão Tanque Ben 10 Multibrink 1011010

Caminhão Tanque Ben 10 Multibrink 1011010

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas