Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Erdogan anuncia prontidão da Turquia para nova operação militar na Síria

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan confirmou a intenção de Ancara de resolver a "questão síria no terreno", ao invés da mesa de negociações, após as eleições de 31 de março.


Sputnik

Erdogan declarou que pretende discutir a possibilidade de uma nova operação militar turca na Síria com o presidente russo Vladimir Putin durante sua visita a Moscou na segunda-feira (8).

Militares turcos
Militares turcos © AFP 2019 / Ilyas Akengin

"Nossos preparativos na fronteira estão concluídos. Tudo está pronto para a operação. Podemos iniciá-la a qualquer momento. Vou discutir esta e outras questões durante a visita a Moscou", disse Erdogan falando com repórteres antes de entrar em seu avião para voar para a capital russa.

Os comentários de Erdogan seguem suas observações anteriores sobre a preparação turca para lançar uma operação "antiterrorista" a leste do rio Eufrates e em Manbij, na Síria, contra as forças de autodefesa curdas sírias apoiadas pelos EUA e que Ancara classifica como um grupo terrorista.

Erdogan disse anteriormente que a Turquia tinha decidido adiar a operação após uma conversa telefônica que ele teve com o presidente dos EUA, Donald Trump, em meados de dezembro, após a qual Trump tomou a decisão de retirar as tropas dos EUA da Síria.

Box Batalhas da Segunda Guerra Mundial - Universal

Box Batalhas da Segunda Guerra Mundial - Universal

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas