Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Porta-aviões dos EUA chega à área da 6ª Frota responsável por operações na Europa e África

O porta-aviões norte-americano Abraham Lincoln e o grupo de ataque que o acompanha começaram nesta segunda-feira (8), a posicionar-se na área da 6ª Frota dos EUA, que atua na Europa e na costa ocidental da África, anunciaram as Forças Navais dos EUA na Europa em comunicado à imprensa.


Sputnik

"A presença do Abraham Lincoln na região [faz] parte de uma contínua rotação de forças avançadas que promovem as operações de segurança marítima", lê-se no comunicado.

Porta-aviões norte-americano Abraham Lincoln ao lado de caças F-18 durante exercícios no golfo Pérsico
© AP Photo / Hassan Ammar, File

"Ao operar na área da 6ª Frota dos EUA, o grupo de ataque de Abraham Lincoln irá participar de treinamentos realistas para aumentar as capacidades de nossos aliados e reforçar as parcerias através de eventos multilaterais".

O grupo de ataque inclui o porta-aviões USS Abraham Lincoln da classe Nimitz como navio-almirante, a asa aérea (do porta-aviões) Air Wing Seven, o cruzador de mísseis Leyte Gulf da classe Ticonderoga e destróieres do Segundo Esquadrão, segundo o comunicado.

A fragata espanhola Mendez Nunez se juntará ao grupo de ataque do Abraham Lincoln, acrescentou o comunicado. A 6ª Frota dos EUA é responsável pelas operações na Europa e na África.

De acordo com a Marinha dos EUA, o porta-aviões Abraham Lincoln voltou ao serviço ativo em 2017, após quatro anos de reabastecimento da instalação nuclear e uma revisão completa dos equipamentos.

Navio Cruzeiro da Barbie - Mattel FHW46

Navio Cruzeiro da Barbie - Mattel FHW46

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas