Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Porta-aviões dos EUA chega à área da 6ª Frota responsável por operações na Europa e África

O porta-aviões norte-americano Abraham Lincoln e o grupo de ataque que o acompanha começaram nesta segunda-feira (8), a posicionar-se na área da 6ª Frota dos EUA, que atua na Europa e na costa ocidental da África, anunciaram as Forças Navais dos EUA na Europa em comunicado à imprensa.


Sputnik

"A presença do Abraham Lincoln na região [faz] parte de uma contínua rotação de forças avançadas que promovem as operações de segurança marítima", lê-se no comunicado.

Porta-aviões norte-americano Abraham Lincoln ao lado de caças F-18 durante exercícios no golfo Pérsico
© AP Photo / Hassan Ammar, File

"Ao operar na área da 6ª Frota dos EUA, o grupo de ataque de Abraham Lincoln irá participar de treinamentos realistas para aumentar as capacidades de nossos aliados e reforçar as parcerias através de eventos multilaterais".

O grupo de ataque inclui o porta-aviões USS Abraham Lincoln da classe Nimitz como navio-almirante, a asa aérea (do porta-aviões) Air Wing Seven, o cruzador de mísseis Leyte Gulf da classe Ticonderoga e destróieres do Segundo Esquadrão, segundo o comunicado.

A fragata espanhola Mendez Nunez se juntará ao grupo de ataque do Abraham Lincoln, acrescentou o comunicado. A 6ª Frota dos EUA é responsável pelas operações na Europa e na África.

De acordo com a Marinha dos EUA, o porta-aviões Abraham Lincoln voltou ao serviço ativo em 2017, após quatro anos de reabastecimento da instalação nuclear e uma revisão completa dos equipamentos.

Navio Cruzeiro da Barbie - Mattel FHW46

Navio Cruzeiro da Barbie - Mattel FHW46

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas