Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Rússia acusa EUA de continuar promovendo cenário de força na Venezuela

A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, acusou nesta quinta-feira (25) os EUA de continuar promovendo um cenário de força para a solução da crise venezuelana.


Sputnik

"Os Estados Unidos continuam replicando a possibilidade de um cenário de força para a solução da crise da Venezuela. Embora todos os países do Caribe e da América Latina, como a esmagadora maioria dos Estados em outras regiões, claramente se manifestaram contra a intervenção armada na Venezuela, independente de qual revestimento humanitário seja apresentado", disse Zakharova.

O pico do Kremlin e a bandeira russa na Praça Vermelha
© Sputnik / Kirill Kallinikov

Segundo a diplomata, as causas internas da crise na Venezuela não podem ser desconsideradas, mas a pressão externa é decisiva.

A chancelaria russa também fez um apelo para que os EUA se abstenham de adotar novas sanções contra a Venezuela em todas as arenas internacionais.

A situação política na Venezuela deteriorou após o líder da oposição Juan Guaidó se declarar presidente interino do país, em 23 de janeiro. Os EUA e vários países da Europa e América Latina, inclusive o Brasil, reconheceram Guaidó como presidente interino do país.

Rússia, China, Cuba, Bolívia, Nicarágua, Turquia, México, Irã e muitos outros países manifestaram seu apoio a Maduro como presidente legítimo e exigiram que os outros países respeitem o princípio de não interferência nos assuntos internos venezuelanos.

Toalha de Mesa de Crochê 140cmx140cm Venezuela Lepper Branco

Toalha de Mesa de Crochê 140cmx140cm Venezuela Lepper Branco

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas