Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Turquia diz estar disposta a rever critérios do S-400 se EUA comprovarem ameaça do sistema

Turquia pode alterar alguns parâmetros técnicos do sistema de defesa antiaérea S-400, caso os EUA provem que o sistema russo é ameaçador, declarou o vice-ministro da Defesa turco Hulusi Akar.


Sputnik

Comentando o pedido norte-americano para suspender o acordo de compra de sistemas russos S-400, o ministro turco ressaltou que linguagem ameaçadora e de ultimatos é inaceitável. 

Sistema de mísseis anti-aeronaves S-400
S-400 Triumph © Sputnik / Ruslan Krivobok

Segundo Hulusi Akar, durante as últimas negociações em Moscou, a Rússia afirmou que pode fornecer sistemas S-400 à Turquia em junho, mas é necessário levar em consideração o prazo da entrega e a adesão dos complexos no armamento turco.

"S-400, muito provavelmente, vão proteger estrategicamente importantes cidades da Turquia e instalações na região de Istambul e Ancara. Ao mesmo tempo, os caças F-35 serão instalados em base aérea na cidade turca de Malatya. Essas cidades estão localizadas longe uma da outra. Se norte-americanos comprovarem existência de ameaça, nós vamos alterar os parâmetros dos sistemas S-400", disse o ministro durante visita aos EUA, citado pela agência Anadolu.

"O acordo dos sistemas de defesa antiaérea S-400 e a participação da Turquia no programa de elaboração dos caças de quinta geração F-35 não estão relacionados de jeito nenhum […] Há S-400 instalados na Síria, já no vizinho Israel se encontram F-35. Contudo em Washington ninguém expressou preocupação com isso. Temos a mesma situação no mar Báltico", declarou Akar.

O ministro da Defesa turco acrescentou que Ancara continua dialogando com Washington sobre as condições para venda do sistema norte-americano de defesa antiaérea Patriot.

Os EUA acreditam que os sistemas russos S-400 são incompatíveis com os padrões da OTAN, chegando a ameaçar a Turquia com sanções e com o cancelamento da venda de caças F-35 caso o país prossiga com a compra de sistemas russos.

Micro-ondas Consul 20L - CM020BFBNA

Micro-ondas Consul 20L - CM020BFBNA 220V

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas