Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Alemanha finalmente aceita a entrega da fragata F125 Baden-Württemberg

A agência de aquisição de defesa da Alemanha BAAINBw recebeu oficialmente a fragata líder da classe F125 do consórcio de construção naval em 30 de abril.


Poder Naval

Representantes do consórcio ARGE F125 entregaram a fragata em uma cerimônia oficial na base naval de Wilhelmshaven.

Fragata Baden-Württemberg em provas de mar

A fragata Baden-Württemberg, primeira de quatro unidades da classe, já havia sido entregue à Marinha Alemã em 2016, mas foi devolvida ao estaleiro para retificação de problemas de software e hardware identificados durante os testes de mar.

A Baden-Württemberg está agora prevista para ser incorporada em junho de 2019, após um atraso de dois anos.

A Marinha Alemã e os construtores navais passarão as próximas sete semanas preparando o navio para um teste operacional antes do comissionamento.

A Baden-Württemberg, como líder na classe, vem enfrentando problemas desde que iniciou os testes. Além da integração de hardware e software, a fragata têm um problema de banda. Ela ficava 1,3 graus inclinada para boreste e também estava com muito peso em partes elevadas, um problema que poderia complicar futuras opções de atualização.

As fragatas de 7.000 toneladas estão substituindo as oito fragatas da classe “Bremen” atualmente em serviço pela Marinha Alemã.

Eles estarão armados com mísseis Harpoon e RAM, um canhão principal de 127 mm, dois canhões de 27 mm e cinco metralhadoras de 12,7 mm. Os navios de 150 metros terão capacidade para 190 pessoas e velocidade máxima de 26 nós.

O consórcio ARGE F125, responsável pela entrega dos navios, é constituído pela thyssenkrupp Marine Systems como empresa líder e pelo pela Lürssen Werft em Bremen.

Seções de proa pré-montadas foram fabricadas pelos estaleiros navais de Lürssen Werft em Bremen e Wolgast. A construção das seções da popa, a junção das duas seções e posterior adequação foram levadas a cabo na Blohm + Voss Shipyards em Hamburgo sob a direção da thyssenkrupp Marine Systems.

O último navio da classe foi lançado em maio de 2017.

FONTE: navaltoday.com

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas