Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Arábia Saudita bombardeia capital do Iêmen

Ação militar foi uma resposta a um ataque a um oleoduto saudita, feito com drones.


France Presse

Aviões da coalizão liderada pela Arábia Saudita bombardearam a capital iemenita Sanaa, nesta quinta (16).

Iemenitas se protegem de poeira depois de bombardeios liderados pelos sauditas, na capital Sanaa, na quinta (16) — Foto: Mohammed HUWAIS/AFP
Iemenitas se protegem de poeira depois de bombardeios liderados pelos sauditas, na capital Sanaa, na quinta (16) — Foto: Mohammed HUWAIS/AFP

Ao menos seis pessoas morreram, e dez ficaram feridas em um dos bombardeios, afirmou à AFP Mojtar Mohamed, médico do Hospital Republicano de Sanaa.

O bombardeio aconteceu 48 horas depois de um ataque de autoria de um grupo de rebeldes do Iêmen, os huthis, que usaram drones para danificar um oleoduto saudita.

A coalizão anunciou na quarta-feira (15) que responderia "com força" aos huthis, apoiados pelo Irã.

"Começamos a realizar ataques aéreos seletivos contra posições da milícia huthi, inclusive em Sanaa", afirmou nesta quinta-feira uma fonte oficial da coalizão.

Uma testemunha afirmou à AFP que ouviu uma forte explosão no centro de Sanaa. O canal de televisão Al Masira, controlado pelos huthis, atribuiu os bombardeios aos "aviões da agressão" saudita.

Em uma primeira mensagem no Twitter, a Al Masira citou seis bombardeios no distrito de Arhab, província de Sanaa. Mensagens posteriores citaram outros ataques, incluindo um na capital.

Outra testemunha declarou à AFP que os bombardeios começaram por volta das 8h (2h de Brasília).

Disputa já tem quatro anos

Na terça-feira (14), os huthis reivindicaram um ataque de drones contra um oleoduto na Arábia Saudita, que desde 2015 luta contra os rebeldes iemenitas ao lado dos Emirados Árabes Unidos.

O ministro para Assuntos Exteriores dos Emirados, Anwar Gargash, advertiu na quarta-feira que a coalizão pretendia "responder com força" a qualquer ataque dos huthis, apoiados por Teerã, contra alvos civis.

Fogão 5 Bocas Esmaltec Topazio Timer - Acendimento Automático Branco

Fogão 5 Bocas Esmaltec Topazio Timer - Acendimento Automático Branco

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas