Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Deputado defende intervenção militar brasileira na Venezuela

Para Cabo Junio Amaral (PSL-MG), Brasil deveria entrar em ação junto dos EUA


Lucas Ragazzi | O Tempo

Em meio à crise na Venezuela, que quase desponta para uma guerra civil, o deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL-MG) acredita que é hora de o governo brasileiro intervir militarmente no país vizinho.

Deputado Cabo Junio Amaral
Deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL-MG) | Foto: Douglas Magno / O Tempo

Próximo do presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Amaral disse acreditar que o Brasil pode ajudar em uma intervenção com a participação de outras nações, principalmente sob a liderança dos Estados Unidos.

“Eu sei que o presidente deve levar em conta inúmeras questões antes de intervir. Todavia, eu, como parlamentar defensor da democracia e da vida, sem entrar no mérito das questões diplomáticas, acredito que é, sim, a hora de uma intervenção de outros países, não só do Brasil, mas principalmente dos EUA, devido à sua importância no cenário mundial e seu poderio militar. Não podemos admitir, em pleno século XXI, um regime totalitário. A soberania de uma nação não pode servir de carta-branca para um presidente ilegítimo matar seu povo pela violência e pela fome. Intervir na Venezuela hoje é necessidade humanitária”, argumentou.

Bebedouro de Mesa Refrigerado por Compressor - Esmaltec Gelágua EGM30

Bebedouro de Mesa Refrigerado por Compressor - Esmaltec Gelágua EGM30 110V

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas