Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Exército Brasileiro cede 50 profissionais para ajudar no combate à dengue em Belo Horizonte

Prefeitura realiza operação de guerra para conter a epidemia e evitar novos casos da doença


Letícia Fontes | O Tempo

Belo Horizonte vai ganhar, a partir da próxima semana, o reforço de 50 profissionais do Exército no combate à dengue. De acordo com o secretário Municipal de Saúde da capital, Jackson Machado, os militares vão passar a integrar as equipes dos Centros de Atendimento à Dengue (CAD) e nas Unidades de Pronto-Atendimento (Upas) da cidade, para dar apoio ao pessoal administrativo.

Número de casos da doença na capital deve superar os 30 mil
Número de casos da doença na capital deve superar os 30 mil | Foto: Ramon Bitencourt / O Tempo

Segundo o secretário, o objetivo com o reforço é que funcionários da área de saúde, como enfermeiros e médicos, saiam de funções administrativas e priorizem o atendimento a pacientes.

“A exemplo da Polícia Militar, que disponibilizou dez médicos para atender os casos de dengue, o Exército disponibilizou seu efetivo para nos ajudar com o serviço administrativo. Esse pessoal vai folgar, o pessoal específico da medicina, os enfermeiros, os médicos. A ideia é que esta ação comece na próxima terça-feira (7)”, explicou o secretário.

De acordo com o último balanço da Secretaria Municipal de Saúde, divulgado nessa sexta-feira (3), Belo Horizonte já tem 7.764 casos confirmados da doença. Entre os dias 25 de abril até a última quinta-feira (2), foram registrados 202 novos casos por dia.

De acordo com Jackson Machado, apesar do grande número de casos, a epidemia deste está controlada na capital. Conforme o secretário, a expectativa é de que o número de doentes em 2019 chegue a pouco mais de 30 mil.

“O grande problema é a questão da sobrecarga, que se dá muito em função dos moradores de municípios vizinhos, que vêm procurar atendimento em BH. Além disso, este ano temos um vírus que não circulava há aproximadamente nove anos, logo, a população não tem anticorpos contra ele.”

Ações. Ainda sem uma data para ser implementado, a prefeitura de Belo Horizonte estuda comprar drones para mapear lotes e imóveis que abrigam recipientes capazes de armazenar água parada, como caixas d’água destampadas. Os aparelhos vão ser usados, principalmente, em imóveis abandonados.

“Esse drone vai conseguir calcular o volume de água desse recipiente, a quantidade necessária de larvicida para matar a população de mosquitos, além de liberar esse larvicida recoberto com um gel que se dissolve na água sem nenhum dano à saúde humana”, explicou o Secretário Municipal de saúde, Jackson Machado.

Dengue em Belo Horizonte


A regional Barreiro segue liderando o número de casos confirmados, com 1.663 registrados e outros 3.392 sob investigação. As regiões Noroeste, Pampulha e Nordeste também apresentam altos índices de casos confirmados.

Por sua vez, na região Centro-Sul da cidade, apenas 151 pacientes foram diagnosticados com dengue e outros 1.072 estão sob suspeita.

Ações de combate

Com vistas a conter o caos na saúde pública desde o início da epidemia, a Prefeitura de Belo Horizonte tem disponibilizado um funcionamento alterado de centros de saúde aos fins de semana. Neste sábado (4), pacientes que apresentam quadro de sintomas semelhantes aos da dengue podem procurar os centros Carlos Chagas, Carlos Prates, São Bernardo, Pompeia, Betânia e Santa Terezinha, das 8h às 17h.

Os Centros de Atendimento à Dengue localizados nas UPAs Barreiro, Nordeste e Venda Nova também funcionam no fim de semana, das 7h às 18h. Em caso de suspeita de dengue o paciente que procurar essas unidades será atendido mais rapidamente, sem a necessidade de qualquer encaminhamento ou triagem.

Apesar da superlotação registrada em hospitais e centros de saúde públicos nas últimas semanas, com a explosão no número dos casos de dengue, a rotina tem sido tranquila nos CADs.

Exterminador Elétrico De Insetos Mata Mosquito Dengue - Fort

Exterminador Elétrico De Insetos Mata Mosquito Dengue - Fort

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas