Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Força Aérea Russa receberá mais 20 caças Su-35S até o final de 2020 (VIDEO)

Até o final de 2020, as Forças Aeroespaciais da Rússia (VKS) receberão 20 caças da geração 4++ Su-35S, disse o vice-ministro da Defesa, Alexei Krivoruchko, durante uma visita a uma fábrica de aviões em Komsomolsk-on-Amur (KnAAZ) da empresa Sukhoi.


Poder Aéreo

“A empresa está cumprindo todas as suas obrigações no prazo, este ano receberemos vários aviões adiantados. De acordo com os termos do contrato atual, esperamos receber mais 20 caças Su-35S durante este e no próximo ano”, disse ele (citado pela agência TASS).

Sukhoi Su-35S
Sukhoi Su-35S

Segundo o vice-ministro, a empresa está trabalhando na modernização da aeronave, inclusive levando em conta a experiência na Síria. Os próximos Su-35S poderão usar todos os tipos de mísseis ar-ar e ar-superfície.

Além disso, a KnAAZ está totalmente pronta para o início da produção em massa do caça de quinta geração Su-57. A primeira aeronave entrará em operação com a VKS no final de 2019, disse Krivoruchko.

Em meados de maio, o presidente Vladimir Putin, durante uma reunião sobre questões de defesa em Sochi, anunciou que até 2028 pelo menos três regimentos de aviação das Forças Aeroespaciais Russas deverão ser reequipadas com caças de quinta geração Su-57 (76 aeronaves).

COLABOROU: Rustam Bogaudinov


VÍDEO: Montagem do primeiro Su-57 de série


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas