Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

KC-390: FlightGlobal dá como certa exportação para Portugal

A Embraer está fechando seu primeiro acordo de exportação para o KC-390 com Portugal, um dos parceiros do programa. Por outro lado a empresa se prepara para voar a aeronave que será entregue à FAB e será exibida na mostra aérea de Paris.


Poder Aéreo

O governo de Lisboa teve aprovação orçamentária para comprar cinco KC-390 e um anúncio sobre um contrato é possível durante ou antes do show aéreo em junho.

Primeiro voo do KC-390 de série
Primeiro voo do KC-390 de série

Jackson Schneider, diretor executivo da Embraer Defence & Security, diz que as discussões com Portugal – que participa do programa KC-390 através da Ogma, subsidiária da Embraer – estão “muito avançadas”.

A Embraer também faz parte do KC-390 em sua planta de aeroestruturas em Évora, Portugal.

O fabricante entregará o primeiro dos 28 exemplares à Força Aérea Brasileira logo após o show. “Vai ser um momento lindo”, diz Walter Pinto, vice-presidente do programa.

A aeronave a ser exposta em Paris será a de número quatro. O terceiro KC-390 construído foi exibido no show aéreo de Farnborough do ano passado e é o primeiro exemplar no padrão de produção. Ele foi mantido para mais testes de voo, incluindo testes para comprovar as capacidades de lançamento aéreo.

Está em discussão se a Força Aérea Brasileira irá eventualmente receber a segunda e terceira aeronave de teste, além de seus 28 exemplos sob encomenda, disse Pinto. Uma opção é que a Embraer os mantenha para marketing e demonstrações, e como plataforma de testes para desenvolver novos recursos.

As três primeiras aeronaves de produção estão atualmente na linha de montagem em Gavião Peixoto, com a segunda entrega prevista para o final deste ano e a terceira, quarta e quinta em 2020, diz Pinto.

A partir daí, o cronograma de entrega ainda está “em discussão” com os militares, acrescenta Pinto. O contrato exige a entrega de todos os 28 exemplares até 2026, embora a Embraer tenha capacidade para produzir até 18 aeronaves por ano.

Argentina, Chile, Colômbia, República Tcheca e Nova Zelândia são outros possíveis clientes de exportação para o jato que pode transportar 80 passageiros ou 64 paraquedistas, e também pode ser utilizado em outras missões, incluindo combate a incêndios florestais e busca e salvamento.

O KC-390 provavelmente estará no centro de uma proposta de parceria de marketing da Boeing-Embraer para a linha de produtos e serviços de defesa do fabricante brasileiro, que é separada da joint venture com a gigante norte-americana que cobre a linha de aeronaves comerciais da Embraer. No entanto, os direitos de propriedade intelectual da aeronave ficarão com a força aérea brasileira, que financiou o programa.

FONTE: Flightglobal

Nas asas da educacao - a trajetoria da embraer - Campus tecnico (elsevier)

Nas asas da educacao - a trajetoria da embraer - Campus tecnico

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas