Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

O custo de substituir a atual frota da aviação do Exército dos EUA

Os custos anuais da substituição da frota de aviação do Exército dos EUA (US Army) declinariam durante a década de 2020, de cerca de US$ 4 bilhões em 2018 para cerca de US$ 1,5 bilhão em 2027, e então atingiriam o pico de US$ 4,7 bilhões em 2032 antes de voltarem a cair.


Forças Terrestres

O Exército dos EUA tem cerca de 4.300 aeronaves pilotadas, a maioria das quais é helicópteros (também conhecidos como aeronaves de asa rotativa). Três frotas grandes e de alto valor – os H-60 ​​Black Hawks, o AH-64 Apaches e o H-47 Chinooks – compoem a maioria dos helicópteros, e sua eventual substituição domina os futuros custos de aquisição do Exército.

Bell V-280 Valor

Neste relatório, o Escritório de Orçamento do Congresso (CBO) estima os custos de substituir os helicópteros e outras aeronaves do Exército até 2050 se o serviço implementasse seus planos atuais e, para aeronaves sem planos de reposição anunciados, se fossem substituídos quando chegassem ao fim de suas aeronaves. vida útil típica.

Custos de Substituição

A CBO projeta que o custo anual da substituição da frota atual do Exército diminuiria durante a década de 2020, de US$ 4 bilhões em 2018 para cerca de US$ 1,5 bilhão em 2027. Em seguida, atingiria o pico de US$ 4,7 bilhões em 2032 antes de cair entre 2035 e 2045. Como o Exército fez investimentos consideráveis ​​em aeronaves entre 2007 e 2016, relativamente poucas aeronaves estão perto do fim de sua vida útil, reduzindo o número de aeronaves a serem substituídas durante os anos 2020.

Sikorsky-Boeing SB 1 Defiant

Métodos

As projeções do CBO baseiam-se em planos de aquisição articulados publicamente para algumas aeronaves e, para aeronaves sem tais planos, em sua idade típica de aposentadoria; as projeções não levam em conta os custos de desenvolvimento, operações e manutenção, modificações ou pessoal associado às aeronaves.

Aeronaves Future Vertical Lift

O programa Future Vertical Lift (FVL) do Exército está desenvolvendo novas tecnologias para incluir em aeronaves no final da década de 2020 até o início da década de 2030: a Future Long-Range Assault Aircraft (FLRAA) para transporte e a FARA (Future Attack Reconnaissance Aircraft) para reconhecimento armado com capacidades aprimoradas. Espera-se que a FLRAA substitua os atuais helicópteros Black Hawk, e a FARA poderá eventualmente substituir os Apaches atuais quando forem aposentados.

Incerteza

As estimativas do CBO estão sujeitas a várias fontes de incerteza. As características das duas aeronaves FVL não foram finalizadas, e os desafios técnicos podem alterar cronogramas, características ou custos. Além disso, o Exército indicou recentemente que pode alterar ou cancelar substancialmente os planos para modernizar os helicópteros CH-47F Chinook incluídos na projeção da CBO.

Para acessar o relatório em PDF, clique aqui.

FONTE: CBO – Gabinete do Orçamento do Congresso dos EUA

Tela de Projeção Retrátil para Teto/Parede 97 Polegadas 1:1 TRM180SA Tes

Tela de Projeção Retrátil para Teto/Parede 97 Polegadas 1:1 TRM180SA Tes

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas