Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Rússia e Venezuela continuarão cooperação na indústria de defesa

Nesta terça-feira (21), o embaixador venezuelano na Rússia, Carlos Rafael Faría Tortosa, afirmou que Rússia e Venezuela continuarão a cooperar no setor da indústria de defesa.


Sputnik

Tortosa também elogiou a mudança da Venezuela na compra de equipamentos militares, deixando de comprar equipamentos dos EUA em favor de equipamentos russos.

Carlos Rafael Faría Tortosa, embaixador da Venezuela na Rússia.
Carlos Rafael Faría Tortosa © Sputnik / Evgueny Biyatov

"Temos uma cooperação frutífera com a Rússia em muitas áreas. Uma dessas áreas é a cooperação militar. Essa cooperação nasceu na época do Comandante Hugo Chávez, quando previu que era necessário mudar os fornecedores de tecnologia e nós mudamos do equipamento dos EUA para a Rússia. Acredito que agora podemos confirmar que foi uma decisão muito inteligente. Esta cooperação continuará", disse Tortosa a repórteres em uma reunião no Ministério de Relações Exteriores da Rússia.

O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, disse em março que a cooperação da indústria de defesa com a Rússia era muito importante para Caracas.

De acordo com Anatoly Punchuk, vice-diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnico Militar da Rússia, a Venezuela é atualmente uma das maiores operadoras de equipamentos militares russos na América Latina e suas forças armadas estão equipadas com as mais modernas armas russas, incluindo aeronaves, helicópteros, sistemas de defesa aérea e veículos blindados.

Japona de Campanha Rip Stop Preta tamanho M - Mundo do militar

Japona de Campanha Rip Stop Preta tamanho M - Mundo do militar

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas