Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Maduro ordena abertura de fronteira com Colômbia

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ordenou a abertura de parte da fronteira com a Colômbia no estado de Táchira.


Sputnik

"Em pleno exercício de nossa soberania, ordenei a abertura das fronteiras com a Colômbia no estado de Táchira, a partir deste sábado, dia 8 de junho. Somos um povo de paz que defende com firmeza nossa independência e autodeterminação", anunciou o presidente na sua conta do Twitter.

Militares venezuelanos na fronteira com a Colômbia
© AP Photo / Rodrigo Abd

Essa área permaneceu fechada desde 22 de fevereiro passado, quando o governo venezuelano anunciou o fechamento das pontes Simón Bolívar, Santander e Unión, na fronteira com a Colômbia.

Naquela época, o vice-presidente Delcy Rodríguez disse que "o governo bolivariano da Venezuela concede garantias completas ao povo venezuelano e colombiano para ter passagens fronteiriças seguras".
Além disso, assegurou que, assim que as ações "grosseiras" de violência contra o povo e o território venezuelano fossem controladas, a normalidade da fronteira seria restaurada.

O fechamento ocorreu um dia antes da entrada anunciada, mas fracassada, na fronteira de embarques com alimentos e medicamentos doados pelos EUA e outros países a pedido da oposição, que foram marcados pelo presidente Nicolás Maduro como "migalhas" e "um espetáculo". para justificar uma intervenção no país".

Power Red - 60 Cápsulas - Power red/blue

Power Red - 60 Cápsulas - Power red/blue

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas