Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Os 3 helicópteros mais top da Kamov

Fundada em 1940, fábrica projetou inúmeros modelos militares e civis, mas se tornou conhecida mundo afora graças aos poderosos helicópteros de ataque 'Tubarão Negro' e 'Alligator'.


Boris Egorov | Russia Beyond

1. Ka-50 ‘Tubarão Negro’

Projetado no início dos anos 1980, o Ka-50 foi um dos principais helicópteros de ataque soviéticos da nova geração.

Resultado de imagem para Os 3 helicópteros mais top da Kamov
Alex Beltyukov/Wikipedia

Devido ao sistema de rotor coaxial, o Tubarão Negro’ era muito rápido e manobrável. Foi um dos poucos helicópteros no mundo inteiro capazes de realizar manobras de looping.

Uma característica única do Ka-50 era seu sistema de ejeção, algo também muito raro para helicópteros. Antes da ejeção, o rotor do helicóptero era destruído com explosivos.

Ao contrário da maioria dos outros helicópteros de ataque da época, o Ka-50, foi projetado com apenas um assento. Assim, o único piloto tinha que controlar o voo e destruir os alvos simultaneamente.

No começo, essa solução dos projetistas foi considerada perfeita: o helicóptero ficava mais mais leve e permitia economizar em treinamento de pilotos, já que o ensino de uma tripulação de helicóptero de ataque custava quase o mesmo que a construção do próprio helicóptero.

No entanto, após realizar missões de combate durante a guerra na Tchetchênia, os engenheiros reconheceram que a solução estava bem longe de ser ideal: apenas os pilotos mais experientes conseguiam pilotar os ‘Tubarões Negros’ e, simultaneamente, disparar contra os alvos.

A produção dos Ka-50 foi encerrada em 2009. No total, foram construídos apenas 17 helicópteros do tipo.

2. Kamov Ka-52 ‘Alligator’

Ao contrário do ‘Tubarão Negro’, o Ka-52 ‘Alligator’ tinha lugares para dois pilotos. O Ka-52 herdou muita coisa de seu antecessor, e também recebeu sistema de ejeção e aviônicos modernizados.

Resultado de imagem para Os 3 helicópteros mais top da Kamov
Alex Beltyukov/Wikipedia

O ‘Alligator’ se tornou um modelo muito mais promissor que o ‘Tubarão Negro’, e é produzido até hoje. No total, a Kamov já construiu mais de 120 Ka-52.

A Kamov também desenvolveu uma versão naval do ‘Alligator’, que recebeu o nome K-52K Katran. As principais diferenças entre o ‘Ka-52’ e o ‘Ka-52K’ são as hélices dobráveis, que o tornam compacto o suficiente para caber no hangar do porta-helicópteros, e o sistema de navegação, mais moderno, adaptado para voos sobre o mar.

O peso máximo de decolagem dos helicópteros Ka-52 é de 12.200 kilos, e sua velocidade máxima, de 300 km/h.

3. Ka-27

Projetado na década de 1970, o Kamov Ka-27 foi o helicóptero naval mais bem-sucedido da União Soviética. Sua principal tarefa era proteger os pesados porta-aviões dos submarinos.

Resultado de imagem para Os 3 helicópteros mais top da Kamov
Mikhail Fomichev/Sputnik

Este helicóptero podia localizar e destruir submarinos a uma profundidade de até 500 metros em quaisquer condições climáticas, mesmo durante uma tempestade marítima de 5 graus.

O Ka-27 teve dezenas de modificações: de caçador dos submarinos (Ka-27PL) a helicóptero de vigilância de radiação Ka-27E. Também foi usado ativamente em operações de resgate.

Ele continua sendo usado até hoje na aviação naval russa, nos exércitos da China, Índia, Coreia do Sul, Laos e Vietnã. As versões civis do Ka-27 são utilizadas na Suíça, em Portugal, no Japão e no Canadá.

Helicoptero De Controle Remoto V911 Wltoys 4ch Muito Estavel-Preto com vermelho e laranja

Helicoptero De Controle Remoto V911 Wltoys 4ch Muito Estavel-Preto com vermelho e laranja

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas