Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Tecnologia e superioridade aérea: os 5 caças russos mais temidos

Atualmente, a Força Aérea russa conta com os caças mais capazes do mundo, além de possuir a segunda maior frota de caças pesados de superioridade aérea e a maior frota de interceptadores pesados.


Sputnik

Isso tudo devido ao programa de modernização que se iniciou em 2008, aperfeiçoando os antigos projetos soviéticos, incorporando alta tecnologia, e investindo em projetos novos, como o caça Su-57, conforme refere a revista norte-americana Military Watch.

Caças russos Su-35S participam das celebrações em homenagem aos cem anos da criação do regimento de aviação de combate da Força Aérea russa e da Defesa Aérea do Distrito Militar Oriental
© Sputnik / Anton Balashov

Essas novas tecnologias envolvem sensores, sistemas de guerra eletrônica, motores, mísseis, entre outros. Isso faz com que a Força Aérea russa tenha um papel fundamental na proteção do espaço aéreo do país e na contestação da superioridade aérea sobre o espaço aéreo inimigo.

Com isso, hoje a Rússia conta com cinco aeronaves altamente capacitadas e que seus inimigos não gostariam de enfrentar em qualquer situação.

Su-57

O caça da próxima geração e de superioridade aérea deve ser implementado em, no mínimo, três esquadrões até 2020. A aeronave conta com mísseis hipersônicos, armas a laser e inteligência artificial, além do radar AESA e um IRST. Seus compartimentos internos podem acomodar até dez mísseis, fornecendo um poder de fogo inigualável.

Resultado de imagem para sukhoi su-57
Sukhoi Su-57 | Reprodução

Essa aeronave foi projetada principalmente para obtenção da superioridade aérea. Além do mais, sua célula é a mais manobrável do mundo, integrando o derivado mais avançado do sistema de empuxo tridimensional. Isso torna a aeronave a mais capaz do mundo em combate aéreo, sendo o único caça do mundo a integrar um sistema de defesa composto de um sistema de abertura laser, que pode cegar os mísseis inimigos, e um moderno sistema de guerra eletrônica.

MiG-31BSM

Essa aeronave começou a entrar em serviço em 2015. O interceptador transporta o radar mais pesado e potente que a Rússia já desenvolveu.

Imagem relacionada
MiG-31 | Reprodução

O Phazatron Zaslon-AM é um radar de matriz de varredura passiva. Além da capacidade única de engajar mísseis de cruzeiro em baixa altitude, o radar permite detectar e rastrear até 24 alvos simultaneamente a uma distância de até 400 quilômetros.

A aeronave também é capaz de operar em altitudes extremas de 21 quilômetros, sendo o único que pode realizar tais operações, além de ser o mais rápido de todos, já que alcança uma velocidade superior a Mach 2,8.

Além disso, a aeronave é capaz de transportar uma série de munições avançadas para além do alcance visual do combate aéreo.

Su-35

O Su-35 foi a primeira plataforma de assento único desde o Su-27 e entrou em serviço em 2014.

Resultado de imagem para su-35
Sukhoi Su-35 | Reprodução

Sua estrutura beneficia de algumas tecnologias furtivas, além de possuir sensores mais potentes sob a forma de um novo IRST e o radar passivo Irbis-E de varredura eletrônica passiva.

A aeronave também é compatível com novos mísseis de longo alcance, incluindo o R-77 e o R-24ER/EA. Entretanto, a aeronave ainda conta com um grande arsenal de mísseis, além de possuir uma estrutura reforçada e mais leve.

Sua capacidade de manobra é aumentada por motores vetoriais de empuxo tridimensional. Já os aviônicos, bem como os sistemas de guerra eletrônica e sensores são todos de última geração.

Su-27SM2/SM3

Essas duas novas versões do Su-27 integram sistemas da geração seguinte, além de terem suas células reforçadas para permitir que mais três toneladas de armamentos fossem adicionadas, fazendo com que a aeronave seja capaz de transportar até doze mísseis.

Resultado de imagem para su-27sm3
Sukhoi Su-27 | Reprodução

As melhorias também estão presentes nos motores AL-31F-M1, que se tornaram mais eficientes, elevando o alcance da aeronave, bem como sua manobrabilidade.

Além disso, a aeronave recebeu um novo complexo de rádio para facilitar comunicações mais seguras.

Entretanto, a melhoria mais significativa da aeronave foi a implementação do poderoso radar Irbis-E, que pode detectar a maioria dos alvos a distâncias superiores a 400 quilômetros.

Os Su-27SM2 e M3 permanecem entre as aeronaves de superioridade aérea mais capazes do mundo, além de possuírem um custo relativamente baixo, o que permite que serem adquiridos em grande quantidade rapidamente.

MiG-35

MiG-35 é uma aeronave de combate perfeita do ponto de vista da relação qualidade-preço, de suas capacidades, número de missões possíveis e de eficácia em cumpri-las, sendo adaptada para os conflitos de alta intensidade.

Resultado de imagem para mig-35
MiG-35 | Reprodução

A aeronave é capaz de utilizar todo o conjunto de armamento russo e estrangeiro, tanto o atual como o futuro. Além disso, é capaz de transportar armas destinadas a caças pesados.

O MiG-35 também conta com sistemas aviônicos e de guerra eletrônica de última geração, além de um radar AESA.

Aviao Supermarine Spitfire MK.IXC - REVELL ALEMA - Brand

Aviao Supermarine Spitfire MK.IXC - REVELL ALEMA - Brand

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas